Política & Economia Demanas

Senador Ciro Nogueira almoça com presidente Jair Bolsonaro em Brasília

O senador adiantou que foram discutidas demandas de interesse do estado do Piauí durante o almoço.

25/03/2021 15h47 Atualizada há 3 semanas
Por: Diogo Costa Fonte: GP1
Reprodução / Divulgação
Reprodução / Divulgação

O senador Ciro Nogueira (presidente nacional do Progressistas) participou de almoço com o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), nesta quinta-feira (25). Por meio das redes sociais, o senador adiantou que foram discutidas demandas de interesse do estado do Piauí durante o almoço. Ainda participaram do encontro o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o secretário de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

“Mais um registro do encontro com o presidente Bolsonaro no dia de hoje. Tivemos um almoço muito proveitoso em que conversamos sobre o país e, especialmente, sobre o nosso Piauí”, disse o senador.

Aparar arestas

O encontro mediado por Ciro Nogueira está sendo visto nos bastidores da política como uma forma de "aparar arestas" entre Bolsonaro e o presidente da Câmara, após discurso inflamado de Lira na última quarta-feira (24).

Horas depois de se reunir com Bolsonaro, em reunião para tratar de medidas de enfrentamento à covid-19, Arthur Lira dircursou no plenário da Câmara e afirmou que se não houver correção de trabalho contra a covid-19, a crise pode resultar em "remédios políticos amargos" a serem usados pelo Congresso, alguns deles fatais.

“Os remédios políticos no Parlamento são conhecidos e são todos amargos. Alguns, fatais. Muitas vezes são aplicados quando a espiral de erros de avaliação se torna uma escala geométrica incontrolável”, afirmou.

"Eu aqui não estou fulanizando. Dirijo-me a todos que conduzem os órgãos diretamente envolvidos no combate à pandemia — o Executivo federal, os executivos estaduais e os milhares de executivos municipais também”, disse Lira.

No discurso, Lira afirmou que “também não é justo descarregar toda a culpa de tudo no governo federal ou no presidente”. "Quero deixar claro que não ficaremos alienados aqui, votando matérias teóricas como se o mundo real fosse apenas algo que existisse no noticiário. Estou apertando hoje um sinal amarelo para quem quiser enxergar: não vamos continuar aqui votando e seguindo um protocolo legislativo com o compromisso de não errar com o país se, fora daqui, erros primários, erros desnecessários, erros inúteis, erros que que são muito menores do que os acertos cometidos continuarem a serem praticados", declarou.

Bolsonaro nega impasse

Apesar das declarações de Lira, Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (25), que "não tem problema entre nós".

"Nunca teve nada errado entre nós. Nunca teve nada errado entre nós. Sou um velho amigo de parlamento, torci por ele e o governo continua tudo normal", afirmou Bolsonaro a jornalistas após reunião com Lira no Palácio do Planalto, em Brasília.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ciro Nogueira (@cironogueira)

Amarante - PI
Atualizado às 07h41 - Fonte: Climatempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 32°

24° Sensação
17.4 km/h Vento
72.9% Umidade do ar
90% (13mm) Chance de chuva
Amanhã (17/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (18/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias