Banner topo
Investigação

Suspeitos de tráfico de drogas são presos com carro de vereador no Piauí

Os acusados andavam em um veículo Chevrolet Agile, com placa de Campo Maior, e que está no nome do vereador Branco Oliveira, de Jatobá do Piauí.

09/11/2019 20h56
Por: Diogo Costa / Portal C7
Fonte: Gp1
Foto: Divulgação/Polícia Militar
Foto: Divulgação/Polícia Militar

Policiais militares do 12º Batalhão prenderam três pessoas acusados de tráfico de drogas no município de Piripiri, distante cerca de 165 quilômetros de Teresina. Os acusados andavam em um veículo Chevrolet Agile, com placa de Campo Maior, e que está no nome do vereador Branco Oliveira, de Jatobá do Piauí. O caso foi registrado nessa quinta-feira (07).

Durante rondas próximo à residência de uma traficante, conhecida como Joyce, os policiais perceberam que quatro homens estavam dentro do veículo e deram ordem de parada. Os acusados então empreenderam fuga e foram interceptados pela polícia na BR 222, próximo à rotatória do Parque Sete Cidades.

Os homens jogaram as armas para fora do carro, tentaram empreender fuga, sendo que três foram capturados pela Polícia Militar. O quarto indivíduo conseguiu fugir, roubando uma motocicleta modelo Pop 110 de uma mulher. A moto foi abandonada e o homem ainda não foi capturado.

Com os bandidos foram apreendidas três armas de fogo, munições, três celulares, R$ 874,00, além do carro modelo Agile ano 2010 de cor verde, de propriedade do vereador Branco Oliveira.

O que diz o vereador

Procurado pela reportagem neste sábado (9), o vereador Branco Oliveira, do município de Jatobá do Piauí, informou que vendeu o veículo há aproximadamente cinco meses e que não foi notificado pela Polícia Civil acerca do caso.

“O veículo foi vendido, inclusive, há dias eu combino com o rapaz que eu vendi para tirar do meu nome. Vendi há aproximadamente quatro, cinco meses, mas desconheço qualquer informação disso aí”, pontuou. O caso será investigado pela Polícia Civil do Piauí.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.